Policia Ambiental e IAP apreendem aves nativas em cativeiro

Suspeito já havia sido autuado pelo mesmo crime em 2015

Policiais do 4º Pelotão Ambiental e funcionários do IAP (Jacarezinho) apreenderam na terça-feira (24), 48 aves silvestres nativas da região em uma residência em Barra do Jacaré.

Após denúncia anônima as equipes foram até a casa do suspeito, onde encontraram as aves em gaiolas e viveiros, espécimes da fauna silvestre nativa como: trinca-ferro, sabiá-laranjeira e sabiá-poca, pássaro preto e um papagaio.

O morador foi autuado em R$ 24 mil e responderá termo circunstanciado pelo crime de caçar espécie da fauna nativa. De acordo com o subtenente Cláudio Henrique Cavazzani, o mesmo morador já teve mais de 60 pássaros apreendidos em 2015, sendo reincidente em crimes de mesma natureza.

Segundo o chefe do escritório regional do IAP em Jacarezinho, Marcos Antônio Pinto, a pessoa tem que ser cadastrada no sistema de criadores amadoristas de passeriformes, SISSPAS, recolher as taxas e ter em seu plantel somente pássaros identificados e registrados vindos de criadouros comerciais. Casos como este são ilegais e sujeitos a sanções administrativas e criminais.